22 de dezembro de 2023

Identificando problemas de visão em crianças

Identificando problemas de visão em crianças

Identificar problemas de visão em crianças nem sempre é uma tarefa fácil. Isso porque é comum que elas não saibam dizer quando há algo de errado ou, ainda, porque acham que aquele é o “jeito normal” de enxergar. Além disso, crianças se adaptam muito rapidamente e é normal que o cérebro compense o déficit visual. Dessa forma, é importante redobrar a atenção a cada sinal, por mais que pareça algo simples, para que até mesmo o mínimo sintoma seja notado. Agora, conheça alguns comportamentos que podem ajudar a identificar quando algo não vai bem!

Baixo desempenho escolar
Dificuldade de aprendizado, especialmente durante a primeira infância, sem outra causa aparente, pode estar relacionada a problemas de visão. Quando a criança não consegue enxergar o quadro ou os livros com clareza, é natural que seja difícil absorver o conteúdo. Além das notas baixas, problemas de visão podem comprometer a adaptação e o convívio social no ambiente escolar, fazendo com que a criança tenha menos interesse e se torne mais introvertida.

Aproximar o rosto de livros e de telas
Se a criança sente a necessidade de olhar mais de perto para conseguir enxergar, é certo que existe algum problema. Caso ela faça isso com frequência, é importante consultar um médico oftalmologista.

Inclinar a cabeça
Algumas crianças tendem a inclinar a cabeça quando querem enxergar, pois sentem que a visão é melhor em determinado olho ou de um ângulo específico. Pode acontecer, ainda, de a criança fechar um dos olhos da tentativa de ver com mais clareza.

Quedas e esbarrões
Crianças que já andam e enfrentam problemas de visão tendem a cair e a esbarrar em móveis e objetos com frequência. Ela pode, ainda, se mostrar insegura ao subir escadas por não enxergar bem os degraus.

Coceira nos olhos
Coçar os olhos quando está com sono é perfeitamente normal. No entanto, se a coceira é frequente e acontece, principalmente, durante a tentativa de ler ou de focar visualmente em alguma atividade, pode haver algo de errado.

Confusão de cores e de formas
Crianças que não enxergam bem podem confundir cores e formas com certa frequência. Também pode acontecer de pular linhas ou confundir palavras durante a leitura.

Ao notar algum desses sinais, não hesite em consultar o médico oftalmologista. Ele é o profissional indicado para diagnosticar e tratar precocemente qualquer alteração visual. E lembre-se: quanto antes o diagnóstico for realizado, melhores podem ser os resultados do tratamento.

Fonte: Veja Bem – CBO em Revista

Você também pode gostar
Qual a diferença entre o médico oftalmologista e o optometrista?
+
Qual a diferença entre o médico oftalmologista e o optometrista?

O oftalmologista é o médico especialista em cuidar da saúde ocular, capacitado para diagnosticar e tratar problemas da visão, fazer exames e realizar cirurgias, ...

25 de outubro de 2023
O que todo paciente com Ceratocone deve saber
+
O que todo paciente com Ceratocone deve saber

Verifica-se no dia a dia do consultório, que um esclarecimento adequado traz maior tranquilidade e conforto para a família

12 de junho de 2023
Cuidados com os olhos durante o Carnaval
+
Cuidados com os olhos durante o Carnaval

O Carnaval é uma época de festejos e animação que acontece anualmente por todo o Brasil. Porém, ficar exposto ao clima quente e em meio à multidão pode ...

8 de fevereiro de 2024
siga @signorellioftalmologia no Instagram