21 de maio de 2020

Nesses tempos de “ficar em casa” vamos cuidar da visão dos pequenos

Nesses tempos de “ficar em casa” vamos cuidar da visão dos pequenos

Atualmente vivemos uma nova rotina onde pais e filhos estão em maior convívio dentro de casa. As atividades fora de casa estão restringidas e como consequência as crianças e adolescentes ficam muito mais tempo nos celulares, tablets, televisão, computador e vídeo games. Todo esse esforço visual constante e para perto leva a consequências que podem ser irreversíveis.

A criança dos 1 aos 12 anos tem os olhos em fase de crescimento e a visão em pleno desenvolvimento. E o estímulo visual para perto constante associado à não exposição à luz solar são os principais fatores que levam a formação e progressão da miopia. A miopia que antigamente começava após os 10 a 12 anos de idade, nessas últimas décadas tem mostrado um aumento em crianças menores de 10 anos que chega a atingir quase 50% em alguns países, sendo considerada uma epidemia mundial. O fato da miopia incidir mais cedo leva a uma progressão na fase adulta que pode atingir miopias acima de 6 graus, acarretando problemas como descolamento de retina, catarata e glaucoma.

Sabemos o quanto é difícil manter as crianças longe dos dispositivos digitais principalmente nesse momento de confinamento que vivemos, mas algumas medidas podem ser implementadas:

1) Em crianças menores de 3 anos não oferecer nada de digital, ao contrário, fazer brincadeiras de coordenação motora e de preferência perto de janelas com luz solar.

2) Crianças usuárias de telas usar a regra dos 20-20-20, a cada 20 minutos, descansar os olhos por 20 segundos, olhando para distâncias maiores de 20 pés ou seja 6 metros.

3) Sem perceber nós piscamos 40% menos do que deveríamos piscar quando estamos entretidos na Tv, vídeo game, celular ou computador. Isso acaba levando a um ressecamento dos olhos. Por conta disso alguns sintomas aparecem: ardor, sensação de areia, prurido, vermelhidão e embaçamento visual. Para evitar isso é muito importante lembrar voluntariamente de piscar e nos intervalos fazer 5 piscadas fortes e completas para ativar o sistema de lubrificação dos olhos.

Com certeza toda essa pandemia irá passar, mas os problemas visuais nas crianças podem permanecer. Por isso a atenção aos pequenos olhos é fundamental.

– –
Fonte: Depto. de Oftalmologia da Sociedade de Pediatria de São Paulo
Autor: Márcia Keiko Uyeno Tabuse

Você também pode gostar
A tecnologia a serviço da saúde ocular
+
A tecnologia a serviço da saúde ocular

A Tomografia de Coerência Óptica (OCT) é um dos grandes avanços tecnológicos desenvolvidos para auxiliar o oftalmologista no diagnóstico de doenças0131 ...

31 de janeiro de 2024
Quando a visão dupla pode ser sintoma de graves doenças
+
Quando a visão dupla pode ser sintoma de graves doenças

Os sentidos humanos são essenciais para interação entre as pessoas. Os olhos são responsáveis pelo sentido da visão, possibilitando enxergar tudo que está à ...

28 de fevereiro de 2024
Catarata, quando se deve operar?
+
Catarata, quando se deve operar?

No passado, havia um conceito de que só se deveria intervir com cirurgia, retirando a catarata, quando a queda visual fosse muito significativa ou mesmo já com a ...

20 de julho de 2023
siga @signorellioftalmologia no Instagram