26 de abril de 2017

Problemas de refração na visão e a vida escolar

Problemas de refração na visão e a vida escolar

Com o início da vida escolar, podem surgir problemas na visão que influenciam no aprendizado da criança, causando baixo rendimento. Conhecidos como “grau”, os erros refrativos são a causa mais comum de deficiência visual, nestes se incluem a miopia, a hipermetropia e o astigmatismo.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que existem cerca de 148 milhões de pessoas com deficiência visual provocada por erros refrativos, no mundo. Aproveitamento escolar deficiente, menor produtividade profissional e acidentes de trabalho estão diretamente relacionados à baixa visão e são frequentemente causados por esta condição.

Os pais e professores devem ficar atentos a qualquer sinal de desconforto na visão das crianças, pois o diagnóstico precoce é fundamental para garantir a saúde ocular infantil e o bom desenvolvimento escolar.

Erros refrativos na infância

HIPERMETROPIA: é a condição em que o olho é menor que o normal. A maioria das crianças é hipermetrope, em grau moderado. Neste caso, a visão é boa de longe com dificuldade em focalizar as imagens de perto. Os sintomas são: cansaço, desconforto ocular após esforço na visão e dores de cabeça frequentes, principalmente ao final do dia. A hipermetropia não chega a ser um problema, porque em grande parte dos casos o grau diminui conforme o crescimento do olho, sendo assim, é bastante comum que a necessidade de óculos durante a infância termine na idade adulta. A correção pode ser através do uso de óculos e lentes de contato.

MIOPIA: erro refrativo que ocorre quando o olho é mais longo que o normal, fazendo com que a imagem seja projetada antes da retina. Uma condição hereditária geralmente descoberta na idade escolar e que tende a aumentar durante o período de crescimento. A criança míope enxerga com clareza os objetos próximos a ela, mas possui enorme dificuldade de visualizar os objetos distantes. Por isso, as crianças que possuem miopia preferem realizar atividades em que não seja preciso usar a visão a distância, como a leitura. As formas de correção são óculos e lentes de contato.

ASTIGMATISMO: pode ser definido como uma irregularidade na córnea, que faz com que a imagem fique distorcida. Por visualizar os objetos de forma embaçada, em geral as crianças que possuem astigmatismo são dispersas e não gostam de ler ou, então, se aproximam demais dos cadernos ou dos livros para enxergar. É comum que apresentem também sintomas como dores de cabeça, cansaço e irritação nos olhos, náuseas, sensibilidade à luz, ou até cuidado excessivo, por esbarrarem ou tropeçarem com facilidade. O uso de óculos e lentes de contato pode corrigir o astigmatismo.

Além dos erros refrativos…

A ambliopia é a baixa de visão em um olho, sem alteração orgânica, fazendo com que ele deixe de desenvolver a sua capacidade visual. Na maioria dos casos, esse impedimento ocorre porque a criança enxerga mais nitidamente com um olho, e o cérebro escolhe a melhor imagem recebida, com isso o olho com pior visão é ignorado, fazendo com que não se desenvolva.

O tratamento se dá de forma bem simples, o olho com melhor visão é tapado com uma gaze para que o olho deficiente se desenvolva. O procedimento será bem sucedido se for diagnosticado logo nos primeiros anos de vida da criança (antes dos sete anos), caso contrário, o problema pode levar a uma condição permanente de baixa visual.

É importante ressaltar que, embora a cirurgia seja uma alternativa de tratamento para erros refrativos, as crianças não poderão ser submetidas a esse procedimento porque seu sistema visual não alcançou ainda a maturidade.

Mas fique atento!
O oftalmologista é o profissional indicado para esclarecer todas as suas dúvidas.

– –
Fonte: CBO – Conselho Brasileiro de Oftalmologia

Você também pode gostar
Retinopatia Diabética: É possível prevenir?
+
Retinopatia Diabética: É possível prevenir?

A retinopatia diabética tem um grande impacto nos sistemas de saúde no mundo. É a principal causa de cegueira que se pode prevenir na população economicamente ...

26 de abril de 2023
Erros refrativos devem receber a devida atenção
+
Erros refrativos devem receber a devida atenção

Uma dificuldade para ler um texto aqui, outra, para focar um letreiro mais distante ali… Não enxergar com nitidez pode ser um sinal de alerta. Os erros de ...

14 de fevereiro de 2024
A importância do acompanhamento oftalmológico na infância
+
A importância do acompanhamento oftalmológico na infância

O Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), em levantamentos, aponta que 43% das crianças cegas no mundo perderam a visão por causas evitáveis ou tratáveis. ...

12 de outubro de 2023
siga @signorellioftalmologia no Instagram